segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sedentarismo e preguiça juntos x exercícios

Postei há um tempo aqui no blog que tinha começado a fazer caminhadas, três vezes por semana, num parque perto de casa. Segui essa rotina por oito meses, antes de conseguir um emprego fixo, pois estava trabalhando em sistema home office na época e encaixava as caminhadas em algum intervalo do dia.

Desde então não fiz mais exercício regularmente e continuei me alimentando do mesmo jeito, saudável até, com pouca fritura, arroz e pão integral (porque gosto), verduras, levo marmita pro trabalho, mas exagero um pouco no consumo de doces.

Com o passar do tempo sem fazer qualquer exercício, comecei a sentir cansaço em caminhadas normais do dia a dia, como subir uma escada ou andar dez minutos a pé. Resolvi marcar uma consulta. O médico pediu um hemograma completo, um eletrocardiograma e um exame ergométrico. Hemograma com glicose levemente acima do recomendado - mas nada preocupante e nem remédio foi receitado para diabetes - e todo restante dentro do normal, eletrocardiograma também normal, mas o ergométrico foi um desastre. Sem condicionamento físico com 33 anos, não consegui correr na esteira, senti tontura e tive que deitar na sala onde fazia o exame na hora em que o médico estava finalizando o procedimento. Não foi constatada doença, mas o meu sedentarismo é claro e o médico recomendou fazer exercícios e diminuir a ingestão de massas e doces.

Nessa hora lembro de amigas, colegas de trabalho e de textos e mais textos de blogueiras fitness com dicas de emagrecimento, receitas de chás, shakes etc. para perder calorias, gordura, ficar sarada, com "corpo pro verão" e o que mais quiser pôr na lista, enquanto eu quero apenas pegar gosto por algum exercício pra me sentir bem fisicamente e evitar doenças, como muitas pessoas também querem apenas isso.

Penso como deve ser desesperador fazer algo pra estar bem no grupinho de amigos, do trabalho, comprar a passagem pro Reveillon numa bela praia ao mesmo tempo em que é feita a matrícula numa academia e ainda se privando de comer um doce, uma massa suculenta deliciosa, o lanche gorduroso e saboroso.

Acredito que qualquer pessoa pode fazer exercício e ao mesmo tempo ter prazer ao comer algo que não é considerado saudável, desde que tenha equilíbrio nas duas coisas: exercício e alimentação. E quero deixar claro que acho super bacana quem faz exercícios e busca comer o saudável, mas sem exageros e sem abdicar do prazer que doces em geral e algumas comidas salgadas podem nos proporcionar.

Nesse ponto, fico entre a cruz e a espada. Nunca fiz dieta, apenas tento comer bem e incluir no meu cardápio verduras, legumes, pouca fritura, porém, comendo um pouco mais que deveria de doces e ser extremamente preguiçosa e não ter disposição para fazer exercício algum.

Sei apenas que preciso driblar essa preguiça pra acrescentar a prática de exercícios no meu dia a dia, algo que não é natural gostarmos, mas que deve ser feito regularmente pra entrar numa rotina e começar a se sentir bem - pra tentar evitar problemas no futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário