Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Espetáculo de música, empatia e profissionalismo!

E lá fui eu ontem assistir ao show do cara que era o responsável pelo melhor show da minha vida. E ele é capaz de me emocionar ainda mais do que há quatro anos! Com aquela coleção de músicas de uma banda que conheci quando meu pai colocava os discos deles para tocar e eu dançava aos cinco anos de idade pela sala e tentava cantarolar as músicas, sem ter a ideia de que se tratava do maior grupo de rock da história e que é o motivo por eu gostar tanto de música desde então; a outra coleção faz parte da consolidada carreira solo, com desfile de canções do ótimo álbum New, lançado ano passado.

Superação ou regularidade? Talvez essas duas palavras não definam o que é a experiência de assistir ao show de um Beatle e co-autor de, pelo menos, metade das melhores canções já escritas. E prefiro não definir algo que é atemporal e não soa nostálgico, ainda que o "na na na" de "Hey Jude" seja manjado, mas é cantado pela plateia extasiada, que repetiria o coro na saída do Allianz…

Suecos incendiários e ingleses melhores a cada disco e show

Na última sexta-feira (14/11), São Paulo recebeu o evento "Live Music Rocks", com shows do Hives e Arctic Monkeys.

Ainda não tinha visto as duas bandas ao vivo e não poderia perder o show delas mais uma vez, pois as escuto desde o início de suas carreiras, principalmente o Arctic Monkeys, que lançou o seu melhor disco em 2013, o elogiadíssimo AM, enquanto o Hives faz shows eletrizantes, logo, recomendados.

Os suecos abriram a noite na hora marcada, às 21h30, com todos os integrantes vestindo smoking, que faz parte do modo como a banda vai se apresentar. Só que dessa vez, estavam todos de branco e dispensaram as cartolas. E agitaram o público, que ainda não tinha enchido o Anhembi, nos primeiros acordes de "Come on/Take Back the Toys", do quinto disco "Lex Hives", lançado em 2012, que ainda daria as caras no set list com "Wait a Minute" e "My Time is Coming".

Os shows do Hives são marcados pela energia contagiante dos seus integrantes e…

Chuva em forma de música

São Paulo vive uma crise hídrica como nunca antes vista. E a falta de chuvas é assunto corrente em todos os lugares, como se esse fosse apenas o único ou o maior problema da seca. Quando ela (a chuva) cai, como tem acontecido nos últimos dias, o fato vira notícia de jornal; ou uma simples foto de alguém segurando um guarda-chuva já é motivo para comentários, ao contrário de anos atrás em que a água do céu vinha em abundância e até pedíamos para não chover tanto. 

Como adoro listas, principalmente as que falam sobre música, selecionei algumas canções que falam sobre a tão aguardada e nunca tanto amada chuva em SP.

The Cult, Rain. A primeira da lista anuncia a chegada da chuva. Nada mais apropriado do que iniciar com uma música que repete os versos "Here Comes the Rain". Ouvi muito o som da banda inglesa quando ainda estava conhecendo vários gêneros do rock e aprecio o vocal poderoso e distinto de Ian Astbury e a sonoridade com influências de pós-punk e hard rock. Ainda que a c…

Um basta à estupidez humana!

O segundo turno das eleições de 2014 foi realizado há mais de uma semana. Como falei no post anterior, as manifestações de ódio contra os nordestinos haviam sido feitas no primeiro turno, mas com a reeleição da presidente Dilma Roussef no último dia 26 de outubro, a hipocrisia e o preconceito velado contra os nordestinos foi escancarado nas redes sociais. 

Discursos de ódio são inteiramente diferentes de liberdade de expressão e mesmo que a discriminação contra pessoas de procedência nacional seja crime, não foram fatores capazes de impedir a fúria dos ignorantes e preconceituosos.


Ainda estou digerindo muito do que li, principalmente no Facebook, pois não são muitos "amigos" do Facebook que estão no meu Twitter.

Quero deixar claro que o meu repúdio à qualquer manifestação contra nordestinos e povos em geral, bem como em relação a negros, homossexuais e demais que sofrem preconceito, independe de ser um ou ter parentes ou amigos que sejam. 

Voltando às eleições. Não sei també…